Parto Prematuro – Prevenção e Acompanhamento

O setor de ginecologia e obstetrícia do Hospital Universitário (HU), em parceria com a equipe de tocoginecologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí (SP), está recrutando gestantes para o projeto P5 de prevenção de partos prematuros. As mulheres que estiverem entre 18 e 22 semanas de gestação podem se inscrever diretamente na recepção do HU.

O estudo, que pretende rastrear mulheres sob risco de apresentar trabalho de parto prematuro, tem como objetivo conscientizar a população sobre a necessidade de medir o colo do útero por ultrassom entre 18 e 22 semanas de gestação.

As mulheres com colo curto, abaixo de 30 milímetros, receberão medicamento específico e, se necessário, receberão o pessário vaginal – anel de silicone usado para fechar o colo do útero, que funcionará como nova medida na prevenção de prematuridade a ser testada pelo estudo P5.

Segundo a ginecologista e obstetra Stéphanno Sarmento, a prematuridade espontânea é a principal causa de internação em UTI neonatal. Em torno de 12% das gestações terminam em parto antes do tempo correto. Em 2013, Jundiaí registrou 1.207 partos prematuros.

“A detecção de forma precoce, com uma consulta especializada e a ultrassonografia do colo do útero, resulta em um tratamento mais precoce o que aumenta a chance da gravidez chegar até a data correta, com menos riscos para a mãe e o bebê,” explica.

O Hospital Universitário fica na Praça Rotatória, no Jardim Messina. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4527-5700.

Fonte: Globo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s